Use as Demonstrações Contábeis como estratégia para expandir seu negócio

A princípio, você já ouviu falar sobre a importância das Demonstrações Contábeis? Preparamos este post para tratarmos o tema e explicar a estratégia que você poderá usar para expandir o seu negócio.

Como um bom gestor, certamente você tem o controle de tudo o que acontece no seu negócio, certo? Como diriam por aí, só que NÃO! Mas essa realidade é muito comum entre os microempreendedores que estão iniciando seu negócio e precisam exercer diversas funções.

Porém, fique tranquilo pois nem tudo está perdido! Algumas contabilidades, como a Opção, já possuem setores especializados em reunir toda a movimentação financeira e transformá-la em demonstrativos.

A partir disso, é possível analisar de forma clara como está a saúde financeira da sua empresa e quais pontos precisam ser trabalhados.  Então, fique atento! Vamos te apresentar as 3 principais Demonstrações Contábeis e, ainda, explicar como você poderá utilizá-las como estratégia financeira no seu negócio.

As Demonstrações Contábeis:

DRE – Demonstração do Resultado do Exercício: é um relatório que traz o resultado líquido de um determinado período. Através dele, é possível evidenciar o lucro ou o prejuízo das contas de gerenciamento da empresa.

Sua estrutura é composta da seguinte forma: Receitas Líquidas (Receita Bruta deduzida de impostos) subtraídas de custos e despesas, formando assim o resultado do período. Vale lembrar que lucro não significa caixa. O registro de receitas ou despesas não tem relação alguma com os recebimentos ou pagamentos efetuados.

Para ficar mais claro, vamos usar o seguinte exemplo: No ano de 2020, a empresa X fez a venda de R$ 50.000,00 em mercadorias, sendo R$ 30.000,00 à vista e R$ 20.000,00 a prazo. Consideramos que tenha gasto R$ 4.000,00 em impostos e R$ 10.000,00 com demais custos e despesas. Qual será meu lucro no final do exercício de 2020? Se você disse R$ 36.000,00 muito bom! O cálculo aqui, será realizado com toda receita auferida no período e não apenas com o total recebido no ano.

DFC – Demonstração de Fluxo de Caixa: em um conceito simples, é responsável por registrar todas as entradas e saídas de dinheiro do caixa, dentro de um determinado período.

O balanço patrimonial, que veremos logo a frente, também informa sobre a conta caixa, porém, são demonstrados somente os saldos iniciais e finais. Portanto, na DFC é feito o detalhamento entre os pagamentos e recebimentos operacionais, em investimentos e também em financiamentos. Além do Caixa, nessa demonstração entram todas as contas disponíveis do grupo, como as contas bancárias e as aplicações de liquidez imediata.

Através da DFC você faz uma análise da capacidade que a sua empresa tem de gerar caixa e equivalentes de caixa em um determinado período, por meio de pagamentos e recebimentos. É possível identificar, também, quais foram os períodos de sobras e de escassez de recursos. Garantindo que a empresa tenha dinheiro disponível para cumprir suas obrigações dentro do prazo.

Balanço Patrimonial: O balanço patrimonial é a principal demonstração de uma empresa. Através dele, é possível realizar uma análise sincera da saúde financeira, onde se pode identificar o momento ideal para investir, ou poupar gastos. Ele é composto pelo Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido

No Ativo, podemos visualizar todos os Bens e os Direitos da empresa. Os Bens são tudo aquilo que pode ser avaliado pelo mercado, como veículos e máquinas. Por outro lado, os direitos são representados por valores que dependem de terceiros, como contas a receber.

No Passivo encontram-se as obrigações e dívidas. Nesse campo estará listado tudo o que a empresa está “devendo” a terceiros. Podemos considerar obrigações todos os bens que não são da empresa, mas que estão sob seu poder. Um exemplo disso é o pagamento de funcionários. Já as dívidas, são contas a pagar, como os fornecedores.

Por fim, temos o Patrimônio Líquido. Esse é o item que fecha a conta do balanço e é responsável por conter a soma dos recursos próprios da entidade. De forma simplória, o Patrimônio Líquido aponta o retorno que os sócios e acionistas tiveram no negócio ao final de cada período.

Na prática, quais análises posso fazer usando o Balanço?

O balanço é um relatório que permite várias análises. É possível comparar a evolução patrimonial em períodos diferentes ou, ainda, calcular quantos ativos a empresa mantém como capital próprio e quantos como capital de terceiros. Essa análise, conhecida como “estrutura de capital”, permite verificar se os recursos obtidos para manter o negócio têm custos menores que seus lucros.

Agora que você sabe como é formado o lucro ou prejuízo, vamos entender como ela pode te ajudar na construção de estratégias.

Como usar as Demonstrações Contábeis para estratégias

Utilizando a análise comparativa, é possível ver a evolução da sua empresa. Isso se dá através dos relatórios dos anos anteriores. 

Além disso, é possível descobrir onde é aplicado o seu dinheiro, qual percentual é usado para as despesas fiscais, quanto está investindo em marketing, qual o custo com funcionários, além de análises mais técnicas.

Contudo, o auxílio de um profissional qualificado nesse processo é muito útil. Além disso, é extremamente importante que as informações apresentadas nesse relatório sejam confiáveis e bem geridas por seus administradores. Isso é fundamental para o crescimento da empresa!

Se você ainda tem dúvidas de como usar as demonstrações contábeis no seu negócio, não se preocupe. A nossa equipe está preparada para te ajudar. Então, conte conosco!

Escrito por Adriele de Souza

Deixe um comentário

Navegação

Opção Contabilidade © Todos os direitos reservados

Acesse a nossa Política de Privacidade