Tributação para empresas de dropshipping

O que importa é saber qual é a tributação para dropshipping mais adequada conforme a lei determina no Brasil atualmente.

A tributação para dropshipping é um tema que tem gerado muita discussão nos últimos anos. Como um modelo de negócio relativamente novo e em rápido crescimento, muitas vezes há confusão e incerteza sobre como essas empresas devem ser tributadas. 

De um lado existe quem argumenta que as empresas de dropshipping devem pagar impostos sobre o lucro, bem como quaisquer impostos sobre vendas aplicáveis. Alguns alegam que isso é justo, pois os empresários de dropshipping estão fazendo negócios e lucrando, assim como qualquer outra empresa. 

No entanto, há aqueles que defendem que, como o dropshipping é um modelo que não mantém estoque e não tem uma presença física, também não precisa se sujeitar aos mesmos impostos que as empresas tradicionais. 

Qual dos lados está certo?

Embora ambos os argumentos tenham mérito, aqui na Opção nós acreditamos que uma solução possível seria a criação de um sistema de tributação específico para o dropshipping. Isso poderia incluir taxas de imposto reduzidas ou isenções para certas atividades, pois isso garantiria que as empresas de dropshipping fossem tributadas de maneira justa e equitativa.

Contudo, na ausência de uma regulamentação exclusiva e dedicada a esse modelo de negócio, o que importa é saber qual é a tributação para dropshipping mais adequada conforme a lei determina no Brasil atualmente. Só assim o empreendedor digital poderá manter seu negócio operando em ordem.

Se você ainda não sabe como abrir uma empresa de dropshipping, leia o nosso artigo anterior: como abrir uma empresa de dropshipping.

Tributação para dropshipping: fornecedor nacional e internacional

Quando falamos de tributação para dropshipping é primordial estar ciente de que existem diferenças para quem trabalha com fornecedores nacionais e/ou internacionais. Sendo assim, uma empresa de dropshipping que vende produtos importados tem particularidades, do mesmo modo que aquela que vende produtos nacionais também as possui. 

A escolha do CNAE, a tributação adequada e até mesmo a emissão de notas fiscais não serão as mesmas, uma vez que a origem dos produtos será decisiva para determinar qual é a carga tributária correta.

Nesse contexto, é importante destacar que empresas de dropshipping que comercializam produtos de origem estrangeira não se enquadram na categoria de Microempreendedor Individual.

Isso ocorre porque esse modelo de negócio não está entre os permitidos para o MEI. Portanto, é essencial ter em mente que cada empresa necessita de uma análise personalizada para determinar a melhor opção de acordo com o contexto do negócio.

As possibilidades variam de acordo com cada caso. Por exemplo, existe a opção de combinar códigos CNAE e isso pode ser uma alternativa interessante dependendo do tamanho e da maturidade da empresa. Em alguns casos, pode ser mais vantajoso operar com CNPJs distintos ao invés de apenas um.

É fundamental contar com o apoio de profissionais especializados, como os contadores que atuam nesse setor. Eles possuem o conhecimento e a experiência necessários para orientar seu dropshipping. Além disso, estão sempre atualizados em relação às últimas regulamentações para esse nicho de atuação.

Impostos versus origem dos produtos

Ainda abordando a questão da origem dos fornecedores, é importante lembrar que, muitas vezes, a opção pelo dropshipping internacional é atraente devido aos preços mais baixos dos itens. No entanto, é preciso estar atento aos impostos envolvidos na importação do produto, que pode variar de 17% a 77%. Isso depende do valor da mercadoria.

A carga tributária correta está diretamente ligada ao CNAE escolhido pela empresa. Por isso, é fundamental realizar uma análise aprofundada de cada caso. As variáveis são dinâmicas e cada empresa possui suas particularidades. Com um planejamento tributário eficiente, é possível excluir, reduzir e até adiar alguns impostos.

Por outro lado, a escolha por fornecedores nacionais pode resultar em menos impostos. Contudo, os preços dos produtos geralmente são mais altos, o que pode impactar diretamente na margem de lucro do seu dropshipping.

Tipos de tributação para dropshipping

A tributação para dropshipping pode ser categorizada em três regimes diferentes: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. Cada um desses regimes tem suas próprias características e impostos, e a escolha do regime depende de vários fatores, incluindo o tipo de negócio e o faturamento da empresa.

No entanto, considerando essas três opções, é mais comum que as empresas de dropshipping optem pelo Simples Nacional ou pelo Lucro Presumido. 

O Simples Nacional é um regime tributário simplificado, que unifica oito impostos em uma única guia e é destinado a pequenas empresas. A carga tributária para empresas enquadradas no Simples Nacional varia, inicialmente, entre 6% e 15,5%. Isso depende de alguns fatores que precisam ser analisados, como faturamento, folha de pagamento, pró-labore dos sócios, etc.

Por outro lado, o Lucro Presumido é um regime tributário destinado a empresas de médio porte, e as taxas variam entre 13,3% e 16,33%. Nesse regime, o imposto é calculado com base em uma presunção do lucro da empresa, e não no lucro real.

Como definir qual é o melhor regime tributário

A melhor forma de decidir qual é a melhor tributação para dropshipping é contando com especialistas. A escolha da tributação pode ser uma tarefa complexa, mas na Opção Contabilidade, tornamos esse processo mais simples e eficaz para você. 

Nosso atendimento é humanizado, personalizado e consultivo, sempre pensando nas necessidades específicas do seu negócio. Nossa equipe é composta por profissionais especializados no mercado digital. 

Podemos realizar uma análise contábil completa, o que nos permite identificar a melhor opção de regime tributário para você. Nosso objetivo é garantir que seu dropshipping esteja em conformidade com todas as obrigações fiscais, mas também que esteja aproveitando ao máximo as possíveis vantagens e benefícios.E não importa em que estágio o seu negócio esteja. Seja ele já estabelecido e em funcionamento, ou ainda no processo de abertura, estamos prontos para ajudar. Na Opção Contabilidade, estamos comprometidos em fornecer o melhor serviço para o seu negócio prosperar!

Quer ficar por dentro de todas as novidades da Opção Contabilidade? Siga o nosso instagram!

Deixe um comentário

Navegação

Opção Contabilidade © Todos os direitos reservados

Acesse a nossa Política de Privacidade