Indicadores Financeiros

Os indicadores financeiros são muito importantes para o planejamento de ações e para a análise do seu negócio. Por isso, vamos trazer algumas informações importantes sobre cada um deles.

Os indicadores financeiros são muito importantes para o planejamento de ações e para a análise do seu negócio. Por isso, vamos trazer algumas informações importantes sobre cada um deles. Então, confira o nosso artigo e aproveite o conteúdo na elaboração de novas estratégias.

Na era da comunicação, grandes e respeitadas figuras públicas do ramo de finanças e investimentos, entregam um rico conhecimento com dicas valiosas para seu público, estas que são alicerçadas em indicadores financeiros. Quem nunca ouviu falar em EBITDA ou no famoso ponto de equilíbrio? Afinal, o que são esses indicadores e como eles podem nos influenciar em tomadas de decisões, tanto para a gestão de nossos negócios, quanto para investimentos? 

A princípio, segundo o nosso saudoso dicionário Aurélio, o significado de Indicador é: Que indica, que dá a conhecer. Então, podemos dizer que o indicador financeiro aponta para algum fator ou expõe alguma informação relacionado a saúde financeira de uma empresa. Após entender o que são esses indicadores, precisamos enxergar quais são seus objetivos e, então, se perguntar:  Qual é o meu problema?

O objetivo de um indicador financeiro é expor uma informação. Dessa forma, a pergunta é: o que faremos com essa informação? Qual é o meu problema? Portanto, a partir deste questionamento passaremos a ter um norte, um direcionamento para qual problema eu quero solucionar ou qual informação eu quero expor.

Um empresário quer saber se a sua empresa está lucrando ou gerando prejuízo, um banqueiro quer entender a capacidade de pagamento da sua empresa e o investidor quer saber se a empresa está realmente crescendo.

Existem inúmeros indicadores financeiros, vou listar abaixo aqueles que consideramos mais relevantes: 

Faturamento Bruto

Faturamento Líquido

Lucro Bruto

Lucro líquido

Ponto de Equilíbrio

Margem de lucro

Margem de contribuição

Liquidez corrente 

EBITDA

Ticket Médio

Faturamento Bruto

Qual a capacidade da empresa em gerar riqueza? Este indicador demonstra a capacidade de uma empresa gerar valor e gerar riqueza. Dessa forma, as grandes marcas se tornam valiosas por esta capacidade, mesmo não dando lucro (falaremos disso logo abaixo) ela se torna valiosa pelo potencial em gerar riqueza, em captar recursos. O faturamento bruto é um cálculo bem simples: valor da venda/serviço X quantidade de venda. 

Faturamento Líquido

A carga tributária está alta e o volume de cancelamento dos pedidos também? Faturamento líquido é o faturamento bruto deduzindo os impostos e os cancelamentos. Bem simples, vamos visualizar a partir deste exemplo: 

Receita bruta Venda: $ 1.000,00

Receita bruta serviço: $ 1.500,00 

Vendas canceladas (produtos) $ 100,00

ICMS: ($ 180,00)

ISS: ($ 30,00)

Receita líquida: $ 1.1190,00 

Com este indicador enxergamos através dos números, identificamos o peso da carga tributária e também conseguimos analisar o volume de cancelamento.

Lucro Bruto

Ah, lucro… Este termo não soa bem? Lucro Bruto é a diferença do faturamento líquido dos custos variáveis da empresa, por exemplo, mão de obra, comissões e etc. Fácil demais, não? Vamos refletir por outra ótica agora, quanto sobra após o ESFORÇO MONETÁRIO que varia conforme o volume da produção de riqueza da empresa? 

Lucro Líquido

O Lucro líquido é a diferença entre o faturamento bruto X custo total, ou seja, você abate agora também os custos fixos.

A diferença entre o lucro bruto para o lucro líquido é bem simples, o bruto te mostra a lucratividade abatendo as despesas de produção, já o líquido te mostra a lucratividade abatendo as despesas totais. 

Ponto de Equilíbrio

Break even point, o tão famoso ponto de equilíbrio, é nada mais nada menos que o ponto em que as receitas geradas cobrem as despesas. Nós sabemos que uma empresa, em seu início, tem gastos correntes (como um aluguel, por exemplo), a pergunta a se fazer será: quanto eu preciso faturar para pagar as despesas

Este indicador nos entrega essa informação, de quanto e quantos. Conforme o gráfico abaixo podemos visualizar a receita e a despesa. Logo, a seta em diagonal te mostra o ponto exato em que a receita da empresa é o suficiente para pagar as despesas.

Margem de Lucro

A margem de lucro é o percentual aplicado no custo total do produto, percentual que representa o quanto se espera lucrar neste produto. 

Margem de Contribuição

Quanto cada produto contribui para o pagamento dos custos fixos? A margem de contribuição (MC) é o índice responsável por calcular quanto cada produto contribuirá para sanar os custos fixos da empresa. 

Sua fórmula é: MC = Preço de venda – Custo variável 

Eu vendo lápis, caneta, borracha, caderno e mochila, quanto cada item deste colabora para o pagamento do meu aluguel (Custo Fixo)?  

Liquidez Corrente

A liquidez corrente expõe a capacidade que uma empresa tem de arcar com seus compromissos a curto prazo. Sua fórmula é Ativo circulante/Passivo circulante.

Na linguagem técnica, Ativo significa bens e direitos. Por outro lado, o passivo significa obrigações. O termo circulante neste contexto significa curto prazo, ou seja, direitos e obrigações a curto prazo.

Portanto, ao fazer seu cálculo, se a pontuação for menor que 1 quer dizer que a empresa terá dificuldades em pagar suas dívidas a curto prazo. Porém, se for maior, a empresa não terá muitos problemas, pois a liquidez está boa.

EBITDA

Lucros antes dos impostos, juros, depreciação e amortização. Este indicador é bem conhecido e bem falado no mundo dos investidores, mas o que ele tem a nos mostrar? 

Ele nos mostra o quanto a empresa gera de caixa, apenas com suas atividades. Ou seja, tiramos a maquiagem da empresa. O EBIDITA mostra a evolução da empresa durante os anos, perante sua capacidade de gerar riqueza com a sua operação. Sendo assim, é uma excelente ferramenta para investidores.

Contudo, seu resultado pode ser tanto negativo quanto positivo. O valor negativo mostra que a empresa não tem capacidade de pagar seus custos com sua operação. Porém, se for positivo, então, as coisas estão indo bem. Mas afinal, como calcular? 

EBITIDA = Lucro operacional líquido + Depreciações + Amortizações

Pegamos o nosso lucro operacional entre adicionadores, depreciações e amortizações. 

Ticket Médio

Este indicador nos mostra o preço médio que os clientes estão pagando em nossos produtos.

Em resumo, estes são os indicadores que você precisa conhecer e compreender. Além disso, lembre-se que muitas informações são extremamente importantes quando buscamos verdadeiros resultados.
Portanto, ter uma contabilidade te ajudando e cuidando do crescimento da sua empresa nunca fez tanto sentido. A partir dessa ajuda especializada, é possível obter relatórios contábeis eficazes, onde são calculados vários desses índices.

#repost

Deixe um comentário

Navegação

Opção Contabilidade © Todos os direitos reservados

Acesse a nossa Política de Privacidade